Informação sobre a disfunção eréctil, histórias e notícias relacionadas com esta condição e o seu tratamento.

21
Out 13

Homem a sorrir

 

A disfunção eréctil consiste numa patologia que afecta uma grande proporção de homens, em qualquer altura das suas vidas e de uma forma temporária ou permanente. As situações progressivas ou permanentes reportam-se a casos de disfunção neurológica graves ou irreversíveis decorrentes de traumatismos ou de doenças como a diabetes.
Outras causas, ditas temporárias, são passíveis de tratamento médico ou nao-médico.
Focando o tratamento não médico ou tratamento caseiro da disfunção eréctil, podemos dividi-lo em vários sub-grupos:

Prevenção

 

  • Evicção do álcool e do tabaco. É sabido que são 2 causas importantes associadas a doenças cardio-vasculares e, de uma forma indirecta , com a qualidade da saúde sexual masculina.
  • Atenção na medicação anti-hipertensora, anti-depressiva e anti-ulcerosa, que poderá carecer de um ajuste na sua posologia, uma vez que efeitos colaterais no aparelho genito-urinário poderão ocorrer.
  • Controlo rigoroso da diabetes de modo a evitar a neuropatia diabética e a disfunção eréctil a ela associada.
  • Controlo do stress e da ansiedade através de técnicas de relaxamento mental e físico como yoga ou de uns dias de repouso e férias.
  • Prática regular de exercício físico


Alimentos e substâncias naturais

Existe um vasto leque de alimentos, substâncias naturais, ervas medicinais, afrodisíacos naturais, frutas e chás que poderão constituir um precioso auxílio na reversão do problema da disfunção eréctil, como o mel, trigo, guaraná, amendoim, hipericão, damiana, alecrim, chá de canela, gengibre, catuaba, anis-grelado, cravo-da-Índia, raiz de algodoeiro, pau de cabinda e o famoso afrodisíaco ginseng. Estes produtos de origem natural, usados no tratamento caseiro da disfunção eréctil, actuam através do aumento dos níveis da testosterona e da libido, podendo também facilitar a vasodilatação na região peniana e, consequentemente, um maior afluxo sanguíneo para uma erecção de melhor qualidade.

Apesar de apresentar alguma eficácia em vários casos, o tratamento preventivo da disfunção eréctil deverá ser usado com parcimónia. Em ultima instância é recomendada a consulta com um médico especialista, de modo a averiguar a causa exacta da disfunção eréctil e administrar o tratamento mais adequado.

 

publicado por Tim às 12:42

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
Google +1
Twitter
mais sobre mim
pesquisar
 
Contador
blogs SAPO