Informação sobre a disfunção eréctil, histórias e notícias relacionadas com esta condição e o seu tratamento.

05
Nov 13

 

A disfunção eréctil, para além de ser influenciada por outras condições de saúde, pode ser causada por medicamentos que visem o tratamento destas condições. Abaixo, segue a lista de medicamentos que podem agravar os problemas de erecção e por isso dificultar a obtenção e a manutenção de uma ereção forte o suficiente para a pentração e consequentes relações sexuais.

 

  • Antidepressivos: IMAO (ex: moclobemida), ISRS (ex: fluoxetina) e antidepressivos tricíclicos (ex: amitriptilina)
  • Antiepiléticos: carbamazepina
  • Anti-hipertensores: IECA's (ex: enalapril, lisinopril), bloqueadores alfa (ex: doxazosina), bloqueadores beta (ex: propanolol, timolol), bloqueadores de cálcio (ex: nifedipina), clonidina, metildopa, diuréticos (tiazida)
  • Anti-psicóticos: risperidona
  • Medicamentos para o colesterol: Fibratos e estatinas (sinvastatina, fluvastatina, etc.)
  • Outros: cimetidina, acetato de ciproterona, finasterida, metoclopramida, omeprazol, analgésicos opióides (ex: morfina), espironolactona

 

 

Acha que algum destes medicamentos está a causar-lhe disfunção eréctil?

 

Se toma algum destes medicamentos e sofre de disfunção eréctil, é provável que estes sejam a causa dos seus problemas de erecção. Consulte o seu médico sobre opções terapêuticas alternativas, que possam ter os mesmos efeitos na sua condição e que não causem disfunção eréctil. Por exemplo, os anti-hipertensores do tipo IECA como o enalapril, tendem a causar menos problemas ao nível da disfunção eréctil que os restantes medicamentos descritos, Os ISRS são dos antidepressivos mais susceptíveis de causar disfunção eréctil e as estatinas para o tratamento do colesterol elevado, são menos possíveis de causar problemas de erecção do que os fibratos.

publicado por Tim às 10:52

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
Google +1
Twitter
mais sobre mim
pesquisar
 
Contador
blogs SAPO